• Bruna Tavares

Somos um só

Atualizado: 13 de jun.



Você é, frequentemente, questionada “Como você consegue dar conta de tanta coisa?” O que você responde? Essa pergunta te engrandece ou te frustra? Você considera uma verdade que consegue dar conta de tudo?


Pois é. A verdade é que isso não reflete a minha realidade. Não dou conta de tudo. Mas quem dera concretizar todas as minhas pretensões. Sobretudo com a facilidade que se imagina.


A verdade (essa sim) é que vivo num processo de autoconhecimento constante e buscando aperfeiçoar o que já faço e me faz bem.


Por isso, ao ser convidada por Gabi a participar desse projeto não tive dúvidas de que minha resposta seria sim. Mais um compromisso? Sim. Mais uma responsabilidade? Sim. Mas o que é importante para mim? O que quero? Quem eu sou?


Essas perguntas nunca se repetiram tanto aqui dentro, mas suas respostas se mostraram cada vez mais essenciais, e justamente num período em que nos foi entregue mais tempo para estarmos a sós com nós mesmos (ainda que não nas circunstâncias desejadas).


Esse não é um espaço de fantasias, mas de realidades. E, claro, não podia ser diferente: o aceite do convite de Gabi foi, dentre uma gama de “sins”, uma vontade de contribuir para mim e para você. Para você e para o meu bem estar, num momento em que o burnout tomou conta do meu estado de espírito. E acredito que compartilhar experiências é uma forma incrível de nos observar, nossas evoluções e ampliar nossas pretensões. Do que acontece aqui dentro. Do que acontece aí fora.


“Uma mulher assim iluminada não consegue encontrar o próprio caminho à luz de uma vela ou à luz das estrelas, sem também lançar luz para outras.”

Clarissa Pinkola Estés, em seu livro Ciranda das mulheres sábias



#tempoparavocê

43 visualizações

Posts recentes

Ver tudo